sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Peirce (II)

sei que posso parecer estúpido,
(tolo)
ou meramente pretenso
em meu gesto de equívoco
(ou quem sabe em bênção)
onde se solvem
todos os findos instantes.

me tremem um pouco os nervos
(coisa pouca)
mas tudo é tão imanente
em meus gestos equívoco
(ou quem sabe em bênção),
equívocos estes solvidos
em toda linguagem possível.

e, findos todos os gestos,
só me restam estes pequenos equívocos;
estes (como já foi dito)
tornam toda linguagem
possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário