segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

OPS

Não sabem o que fazer quando veem-no com um Arno na mão. Céus, gritam em uníssono, sendo a cor rosada de suas faces lívidas subitamente substituída por um amarelo-bu-que-susto-não?. Nada se fala mais, nada se diz. Só o cheirinho de sachê de pêssego na sala de visitas. Quero mais bolacha, grita o minino. O filme tá bãããããão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário