terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

trechos da bíblia da província

no fim dos tempos

I

e eu vi com meus próprios olhos quando as águas se incendiaram em lamas
onde se afogaram todos os ímpios;
e senti o cheiro da carne ardendo em chamas, e gozei neste inferno.
e os profetas também eram ímpios, impuros, não dignos das bênçãos do senhor;
e eu os espantei em pleno vôo, como se faz a um bando de moscas enxeridas;
e eles se assustaram, e se enraiveceram, e decaíram em direção aos templos de outrora
e eu me ri da sua tola infâmia.

II

pois o senhor é meu pastor, ele está ao meu lado
e eu sou uma tola ovelhinha de quem ele retira lã e leite
e eu me excito com seu toque macio em meus seios
e me masturbo pensando em seus lábios tomando meu líquido morno;
e todos se escandalizam, e me apedrejam, e me julgam um escriba, um fariseu;
mas eu simplesmente os ignoro, e sonho todas as noites
em afogá-los num copo de leite
gelado.

III

e eu finjo que vivo, e vi os verdadeiros viventes em um ou talvez dois palcos,
encenando diodos, e meu véu se ergueu de supetão;
e todos se assustavam mais uma vez, e mais uma vez eu não me importei,
pois o senhor está comigo, ele me acompanha para onde quer que eu vá,
e ele deu uma porrada nos que me incomodavam,
e eu o beijei com gratidão.

IIII

na madrugada, coloquei uma pitada de lascívia em seus dedos rosados.
pura gratidão pela riqueza de seus enigmas (sete deles).

Nenhum comentário:

Postar um comentário