sábado, 5 de junho de 2010

HAI-KAI REEDITADO

Calma.
Te sente e reflita sobre cada palavra sofrida que te sai dos seios nus.
Não permitas que este fluido ácido e tirânico te corroa as entranhas o papel na qual
As deposita
dia após dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário