terça-feira, 8 de junho de 2010

Organum

Na catedral, os fiéis assistem quietos a celebração da fé,
Sentados, os braços cruzados numa atitude respeitosa.

Na sacristia, o clérigo ouve o silêncio de uma narrativa, uma voz escusa e silenciosa
E fria, que ecoa fundo, confundindo-se com a nave sob a batina branca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário